Among in the Darkness...

Krampus (O Demônio do Natal)

Muitos de vocês não devem saber que o Papai Noel tem um ajudante que cuida das criancinhas malvadas, não é?…

Krampus é um ser mitológico popular no folclore Alpino (Países que ficam perto dos Alpes; Suíça, França, Alemanha, Itália, Áustria, Eslovenia e Liechtenstein). Ele acompanha São Nicolau em suas visitas às casas das pessoas, e, enquanto Nicolau dá presentes às boas crianças, Krampus pune as más.

O nome Krampus vem de ‘krampen’, ‘garra’ em alemão antigo. Mas ele também possui outros nomes, dependendo da região, como Klaubauf, em algumas partes da Áustria, Pelzebock ou Pelznickel na Alemanha entre outros.

Sua aparência mais comum é quase a mesma que se dá aos demônios: Metade homem, metade bode, com chifres, cauda longa e uma língua enorme e comprida. Mas também ele pode ser caracterizado como um cavalheiro vestido de preto ou uma criatura muito cabeluda, dependendo da região em que se ouve sua história.

                             
image


Acredita-se que o Krampus exista desde antes dos países germânicos tornarem-se cristãos, mas aparecendo sozinho nas histórias. Ele é uma figura tão forte do folclore europeu que conseguiu sobreviver à Inquisição da Igreja Católica, quando esta acusava e bania qualquer celebração que não fosse da religião. No século 17, o Krampus entrou nas festividades do Natal católico e começou a fazer companhia a São Nicolau em suas viagens.
 
Krampus entra nas casas procurando crianças más, que mentem, que se comportaram mal durante o ano; assim que encontra uma, ele a pune com correntes enferrujadas e depois as leva embora, colocando-as dentro de uma cesta para jogá-las em uma fogueira.
 
   
image  image

Mas e vocês, foram bons esse ano? Se não, bom… Não esperem coisa boa…



Seja Cavalheiro!




Satan Seia

image




Cadê? Olha Eu Aqui!!!




Gostaram das Modificações?

Eu modifiquei o tamanho dos títulos das postagens e coloquei um fogo azul/roxo ao lado, gostaria de saber a opinião de vocês.

Sigam-me no twitter, conta pessoal: https://twitter.com/PirateGiuliano




Nas horas Vagas …




Zombies

image

A postagem de hoje é sobre um tema que eu gosto muito e que está em alta, tanto nos cinemas quanto nos games! Antes de começar vou passar a vocês 4 games que não são apenas uma matança de zumbis, e sim jogos sombrios que te colocam  uma tensão por não saber se sua munição irá acabar e você ficar desarmado para enfrentar as ordas de zumbis. (Resident Evil 1,2,3 e Dead Island)

Ok, vamos começar…

Entre as lendas de mortos-vivos um dos mitos mais difundidos na cultura popular é o dos zumbis ou Zombies. Segundo a lenda são seres humanos que morreram, mas por ação de um sacerdote vodu regressaram à vida e se converteram em escravos dessas pessoas.

Para criar um zumbi, um bokor (sacerdote ou sacerdotisa) rouba o ti bon ange (alma menor). Este roubo é feito mediante técnicas de magia negra quando a pessoa está morrendo, e imediatamente depois de morrer. O ti bon ange é conservado em uma garrafa pelo ladrão, que a partir desse momento tem o controle do corpo da pessoa morta, esta carece de pensamento e controle autônomo, de modo que pode ser manejada como um escravo total e absoluto por parte do ladrão. Existe também o “astral”, que é uma energia proveniente da alma humana, e que também é capturada pelo sacerdote e usada para aumentar o seu poder. O astral Zombi é normalmente mantido dentro de uma garrafa que o sacerdote pode vender aos seus clientes para dar sorte ou sucesso financeiro.

Em países onde o vodu é muito difundido religiosamente é corrente dizer que pessoas de muito sucesso têm zumbis aos seus serviços. Acredita-se que os ghede (espíritos dos mortos que usam chapéus de copa) também podem criar zumbis. Em algumas comunidades da África do Sul, acredita-se que uma pessoa morta pode ser transformada em um zumbi por uma criança pequena. É dito que a magia pode ser quebrada com um sangoma poderoso o suficiente.

Acredita-se que após um tempo, Deus tomará a alma de volta e o zumbi vai deteriorando-se, como se apodrecesse e finalmente seu corpo acabara por morrer completamente, o que torna o zumbi uma entidade física/espiritual temporária. Devido a esse fator, sempre são descritos com uma aparência que demonstra o efeito do tempo e da morte, possuindo a pele apodrecida, com um cheiro forte e horrível e normalmente perdendo partes do corpo, como dentes, dedos, etc. A lenda Vodu sobre o zumbi diz ainda que quem o alimenta com sal vai fazê-lo retornar imediatamente para o túmulo.

Embora estejam entre as menos fantásticas das criaturas lendárias, a figura dos zumbis ganhou um grande destaque mundial, se tornando extremamente popular graças ao filme de 1968 “Night of the Living Dead” de George A. Romero, que deu origem a todo um gênero de estórias de terror, que hoje já alcança praticamente todas as mídias.

Nesse tipo de estória os zumbis sempre apresentam uma mistura das suas próprias características com as de outros tipos de mortos-vivos (Principalmente ghouls) e geralmente também possuem a capacidade de criar novos zumbis a partir dos cadáveres dos humanos que eventualmente são eliminados por eles, ou mesmo infectando humanos vivos com doenças letais que convertem as pessoas em zumbis assim que elas vêm a falecer, a partir dessa linha de pensamento surge o conceito de “Apocalipse zumbi”.

Apocalipse zumbi:

É um cenário hipotético da literatura apocalíptica. Cultuado - e até mesmo aguardado - por muitas pessoas e com base na ficção científica e no terror, a expressão refere-se a uma infestação de zumbis em escala catastrófica, que rapidamente transformaria esta espécie na dominante sobre a Terra. Tais criaturas, hostis à vida humana, atacariam a civilização em proporções esmagadoras, impossíveis de serem controladas por forças militares, mesmo com os recursos atuais à disposição.

Em algumas hipóteses, vítimas de um ataque de zumbi também se transformariam nestas criaturas se sofressem uma mordida ou arranhão de um infectado. Em outras, “o vírus” pode ser transmissível através do ar. Finalmente, existe ainda o quadro mais caótico: Todo o ser humano que morre, seja lá qual for à causa, torna-se um morto-vivo. Nestes cenários, os zumbis caçam seres humanos para alimentarem-se, sua mordida causando a infecção que faz com que um sobrevivente de ataque também se torne um zumbi posteriormente. Isto rapidamente se tornaria uma infestação absolutamente incontrolável, com o pânico causado pela “Praga Zumbi” acarretando no rápido colapso do conceito de civilização como hoje a conhecemos. Em pouco tempo, a existência de vida humana no planeta seria reduzida a poucos grupos de sobreviventes - nômades ou isolados - buscando por alimento, suprimentos e lugares seguros num mundo pré-industrial, pós-apocalíptico e devastado.

O conceito, nascido na década de 1960, ganhou grande popularidade ao longo dos anos, servindo de tema para incontáveis filmes, seriados, livros, histórias em quadrinhos, videogames e outras obras de variadas mídias. Como já mencionado, há até mesmo os que acreditam na concretização de tal cenário, e preparam-se para sua suposta chegada.




paniniabott perguntou: pelo que pude ver é um tumblr dedicado a magia negra,certo???

Na maioria das vezes, mas eu tbm gosto de uns gorezinho pra esfriar a cabeça




Pieces of Me

image




He is Coming for You

image




143
To Tumblr, Love PixelUnion